domingo, 18 de maio de 2008

Blogagem Coletiva - Em defesa da Criança

"Dormia como anjo, anjo ainda era, pois crianças para todos (ou quase todos) são anjos abençoados por Deus. e assim era aos 10 anos, um anjo a dormir. até que ao acordar ouve uma respiração ofegante e diferente. seria um sonho ruim? ela suava. não! alguém tocava seu corpo de forma jamais sentida até ali, e ao abrir os olhos, ver um corpo estranho a abraçar. quem seria? o que queria? e logo em seguida sua intimidade até ali desconhecida até por si mesma, era despertada. o que acontecia segundos apos segundos daquela seqüência interminável de caricias sem sentido e jamais sentidas? não agüentou e murmurou baixinho na esperança de ainda ser um sonho ruim. mas a sensação ainda permanecia, e a respiração continuava a atormentar sua mente. suava frio, murmurou novamente, e tudo parou. o sono não voltou, pois o medo consumia todo seu frágil corpo, todos os seus sentidos foram alertado e já ali sabia que não era normal tá acontecimento.
...aos 14 anos ele tentou novamente, naquele dia de chuva, ela não conseguiu dormir, ficou a noite inteira amedrontada naquele quarto, rodeado de outras crianças e mesmo assim temia o pior. novamente a tentativa, novamente o vulto se aproximou, dessa vez sua maturidade (forçada) alertava já para a defesa, e ao mínimo sinal da presença. o grito! sua adolescência foi marcada por repudia, indiferença e medos. nada lhe aconteceu, Nada!? seu corpo pode não ter sido violentado pela estupidez, e descontrole alheia, mas sua mente essa foi violentada, torturada, mutilada por anos. e a dúvida e o silêncio a dominaram por anos.

Não! a resposta é Não! não ouve sexo. porém ouve mutilação, exploração, violação. o que se passa na cabeça de uma criança aos 10 anos, acordar com um homem ao lado? enfim... Eu andréia, poderia passar o dia, tarde, noite a fio colocando aqui fatos, história e realidades, muitas vezes abandonadas por nós mesmo. mas apenas farei um rápido comentário sobre algumas coisas que chegaram a mim, esses dias que antecederam a blogagem. sim, comentei com irmãos, visinhos e amigos sobre o assunto. Esse e outros casos me chamaram à atenção:

"Fernanda vai visitar a menina no hospital, até ai tudo bem. minutos depois chega o pai da menina, de educação grosseira, não cumprimenta fernanda. e vai em direção a filha, fernanda acha estranho um carinho intimo demais entre pai e filha, por ser psicóloga, seu sentido profissional percebe algo diferente na relação pai e filho. e se vai. A mãe da pequena Jessica, havia se separado do marido a 3 meses, e no período do acidente estavam voltando o relacionamento, Jessica ouviu muitas vezes seu pai falar que estava voltando pois sentia muita falta da filha e não queria ficar longe dela. a mãe por "amor" aceita o relacionamento de volta, a pequena Jessica, meses depois de sua recuperação começa a receber visitas de seu pai noites aleatórias, muitas vezes até a colocava para dormir e acabava dormindo por lá mesmo. muitas fezes as mães não se dão conta de certas atitudes dos pais e muitas vezes podem até perceber, mais por "amor" a ele, faz que não percebe, não ouviu, não viu. sim a pequena Jessica tem apenas 7 anos, sim a pequena Jessica foi seduzida sexualmente por seu pai, sim a pequena Jessica teve sua primeira violência sexual na noite de seu aniversário de 8 anos.”

Ela tomava banho, aos 13 anos, de repente uma batida na porta, uma violência ali mesmo. quem? o melhor amigo de seu pai. quando? durante um churrasco em sua casa para os amigos de seu pai. motivo? bebida, claro! seqüelas? distúrbio sexual. conseqüência? expulsa de casa por ter provocado o homem inocente seduzido.”

Sandra deixa sua filha de apenas 1 ano e 4 meses em casa, aos cuidados de seu irmão de 24 anos. horas depois sua filha tem sido violentada pelo mesmo. sem o menor pudor, sem o menor respeito por ser apenas um anjo, inocente, que a vida acabou de vim. Injustiça? NÃO! a justiça não foi feita e o mesmo está nas ruas.

"Linda ninfeta. apenas 13 anos. belíssimas fotos no orkut, 900 contatos no MSN, cabelo da moda, roupas ousadas, coloridas, sedutoras. as patricinhas da escola, todos os meninos querem ter seu contato, eles mandam mensagens, ligam, vivem na era digital, seus pais apenas sabem que estão no computador e só. Convites para festas não faltam todo final de semana tem churrasco na casa da Lê, fê, mi, Rê... churrasco na casa dos amigos tudo bem, é durante o dia mesmo. a Lê convida um amigo mais velho, que convida outro amigo, que leva bebidas e drogas ao churrascos. e porque não? é Moda! o amigo mais velho presenteia a linda ninfeta com um celular caro, e próximo encontro será na casa da mi, onde irão dormir "só as amigas", mais quem é mi? e a noite que seria apenas entre amigas, agora é uma balada com os amigos mais velhos na praia distante. bebidas, drogas, sexo. dia seguinte todas ganham seus presentes e voltam para casa, suspirando por seus futuros namorados, próximo fim de semana será na casa da Rê."

Difícil de ler, Difícil de acreditar.

Quantos anjos nesse momento que você ler essas linhas não estão passando por isso? Quantas mães permitem que seus filhos sejam agredidos por dependência amorosa e financeira? Quantos adultos e crianças pelo MUNDO estão ainda calados por violência sexual por seus pais e parentes? Quantos pedófilos estão cá lendo e rindo disso tudo? Quantos adolescentes e até adultos não se viram nessas situações? Deixo aqui apenas fragmentos de uma realidade devastadora. Não confie seus filhos a terceiros, por mais que seja natural seus filhos dormirem em casas de parentes, desconfie. a pedofilia está nos gestos mais sutis, no toque mais delicados, no presente caro. a pedofilia existe!

Todos os casos acima são verídicos, e muitos outros ainda calados. Moro em um bairro carente na minha linda cidade, e meu ponto de vista sobre isso infelizmente não é dos melhores, a realidade é cruel, a realidade sente fome, a realidade não te vergonha na cara. Vejo meninas de 15, 16 anos (conheço uma de 11 anos) que usam seu corpo para manter sua vaidade e pequeno luxo. Fazem sexo com visinhos, professores, conhecidos e desconhecidos por dinheiro. Eu particularmente acredito que pobreza não é desculpa para falta de educação. Se fosse assim eu mesma teria seguido rumos adversos, mas a educação que tive me tornou a pessoa que sou.

Acho que toda a sociedade deve fazer sua parte, eu quanto lan house, me esforço ao máximo para que principalmente crianças não encontrem sites, salas de bate papo e até mesmo comunidade e perfis no orkut relacionado ao assunto. E você, o que tem a dizer sobre isso?


Ps.: desculpem qual quer erros de concordâncias, acentuações/pontuação. Tive que escrever as pressas, pois hoje domingo, não estarei por aqui no MUNDO A FORA. Terei uma folga depois de 2 meses seguidos de domingo a domingo. Na segunda voltarei! Bjoka da dedéia.

3 comentários:

Manu disse...

Olá!
Acabei de criar meu brechó de bijouxs.
Passa lá, tá?
Bjs!

Hamilton disse...

Legal esse cartaz, bem sacado.

cam disse...

Nossa que coisa forte! Que post corajoso. É um tapa na cara da nossa omisão diante de qualquer ato contra a criança.
Cam