quinta-feira, 5 de junho de 2008

Eu sou um beija-flor e você?


... Era uma vez uma floresta num lugar longínquo, onde o Homem ainda não tinha chegado. Nessa floresta viviam muitos animais de diferentes espécies, tamanhos, cores e feitios. Era ainda o tempo em que os animais falavam. Certo dia, houve um incêndio, um grande incêndio, como nunca antes havia sido visto. Perante a tragédia, o pânico instalou-se. Os animais fugiam num alvoroço, cada um procurando, da melhor forma possível, fugir às chamas, a fumaça sufocante e ao intenso calor que se fazia sentir, só pensando em colocar-se a salvo o quanto antes. Mas... naquele cenário caótico, de desespero e medo coletivo, um pequeno animal teve um comportamento diferente. Na sua fragilidade, na sua singela figura, um beija-flor voava até ao lago e, com o seu pequenino e aguçado bico, recolhia, uma a uma, lenta mas persistentemente , gotinhas de água atrás de gotinhas de água, que ia depois deixando cair sobre o incêndio que lavrava cada vez mais descontrolado. Um outro animal, observando intrigado o comportamento do pequeno beija-flor, interrompeu a sua fuga e perguntou: - Beija-flôr, estás louco? Porque te arriscas assim? Tu achas verdadeiramente que vais conseguir apagar o incêndio dessa forma? O Beija-flor respondeu então: - Não... claro que não, eu sei que o meu pequeno esforço não será suficiente para apagar este incêndio tão grande mas... eu estou apenas... fazendo minha parte!
Essa história do beija-flor entrou na minha vida a exatos 12 anos atrás, quando conheci uma mulher que estava defendendo um doutorado de psicologia aqui na UFRN. De poucas coisas que me lembro (tenho uma péssima memória) essa história mudou meu modo de ver a vida e o meio na qual vivia e vivo hoje. Essa pequena e simbólica historia transformou minha alma, me tornou um ser humano melhor e compreensivo.
Tenho uma paixão tão grande pelo meu planeta, que não meço forças nem esforços para protegê-lo, sei que não vou mudar o MUNDO, nem tão pouco mudar as pessoas desse MUNDO, mas acredite, talvez em algum momento, alguém que leu essa simbólica história, se sentirá tocado (a) assim como eu, e sua visão mudará.
não sei se sou extremista, ativista, só sei que tento o máximo tirar da terra apenas pouca coisa para minha sobrevivência, tenho apenas uma bolsa, compro roupas apenas 2 vezes ao ano, tenho apenas 1 tênis, 1 sandália e 2 chinelos, já plantei muitas árvores, já apaguei um pequeno incêndio criado pelo visinho que acha banal podar uma árvore e queimar seus galhos na frente de casa, já salvei uma cobra (mesmo tendo fobia) já protegi um filhote de mico quando uma criança ia tocá-lo (um filhote é abandonado pela bando, quando perde seu cheiro) se a criança tivesse tocado nele esse poderia ser abandonado, fiquei toda roxa e com uma torção no pé. Você acha que fiz muito? Eu acho que juntando tudo isso não dá uma gota no bico do beija-flor. Gostaria de fazer mais. Gostaria principalmente de ter vontade de trazer um filho a esse planeta, porém não tenho coragem. Enfim...

hoje também se comemorar o dia da ecologia além de ser dia internacional do Meio ambiente, nós fazemos parte desse MEIO, e me lembro de um certo comentário em uma postagem anterior que alguém fez sobre as nuvens de fumaça que saia das fábricas devorando as nuvens naturais: "pobre de nós!" isso me deixou em duvida, pobre de nós humanos? Ou pobre de nós planeta? Afinal essas fábricas foram construídas pelo homem para o homem só para ele. quanto mais consumimos, quanto mais compramos, mais nosso MEIO ambiente sofrerá, pobre de nós? não. Quando começarmos a parar com o consumismo desenfreado ai sim, poderemos está começando a fazer a diferença. o planeta nada nos faz de mal, pelo contrário, muito pelo contrário, destruímos nosso MEIO a cada dia, olhe ao lado, olhe na rua. Faça a sua parte, é simples não custa nada, não dói, e você ainda pode ser elogiado (a) meio ambiente é vida, é você. plante uma árvore, adote um gatinho, limpe a sujeira do visinho, dê bons exemplos, não espere que o próximo faça, mostre para ele como se faz, tire as crianças da frente da TV e as leve para conhecer o MEIO ambiente que elas pertencem. eu não tenho dúvidas que elas iriam adorar. Eu sou um beija-flor e você o que está esperando para bater asas e voar em defesa de um meio ambiente melhor, eu estou fazendo minha parte e você?

Leia também
carta da terra
faça sua parte

2 comentários:

GR disse...

Pelo q pude ler, vc quer ser mãe, mas tá sem coragem de colocar uma criança nesse mundo tão destruído pela humanidade e com fortes tendências a piorar ainda mais..
Bom,
vc pode realizar o sonho de ser 'Mãe' e ainda salvar uma(s) vida(s). Como? Adotando-a!
Adote uma criança. As pessoas querem constituir famílias. É o ciclo natural; mas por que tem q ser do seu sangue? Pq não pode ser com outros genes?
Pra mim isso é egoísmo!!
.
Por que ser PAI/MÃE é mto mais que gerar e fazer: é cuidar e educar!
.
"De nada valerá lutar pelo meio ambiente se, nessa caminhada, não protegermos nossas crianças"
.
Imagine se o mundo inteiro fizesse isso - não iria existir crianças abandonadas (pq estas iriam ter família) e o mundo não teria um colapso com mais pessoas do q sua capacidade

[]'s
GR
http://d--mentes.blogspot.com/

mundo a fora disse...

tbm penso em adoção. só q não é facil. eu moro sozinha, não tenho marido. e me parece q isso é um pré-requesito.

minha irmã tem 2 filhas e tá se programando para daki a 2 anos adotar uma criança(menino). meu sonho mesmo era adotar muitos, cuidar dessas crianças e dá uma educação, porém sem dinheiro infelizmente não é tão facil.

um dia quero adotar sim, pelo menos 2 não quero q sejam bebes, quero que seja AS CRIANÇAS sem cor determinada, nem idade. apenas especiais.

brigada pelo carinho e cuidado. fiquei muito feliz com o comentario. brigada mesmo por ter lido.