sábado, 21 de junho de 2008

Agradecimento!

Antes de mais nada, quero agradecer o carinho e apoio, foram as palavras de vocês que me deram forças e conforto nos últimos 3 dias. porém NINO não voltou. ainda sinto a falta dele e todos os dias acordo mais cedo na esperança de ouvir seu chorinho em minha porta, pela primeira vez em minha vida senti o desespero de perder, fico pensando nas milhares de mães que perdem seus filhos para o MUNDO e ficam apavoradas sem saber o que eles estão passando, acontece o mesmo aqui comigo, fico pensando se ele está se alimentando, se alguém tá machucando essas coisas (difícil). Nino chegou aqui dia 12 de maio, tinha no máximo 2 meses então se resume que ele ainda seja um filhote(e não tive coragem de castrar), na primeira semana o cachorro da minha mãe abocanhou ele que quase o mata, tadinho passou o dia inteiro sem se mecher, depois desse dia ficou assustado com tudo, indefeso e hoje ele não está mais aqui. então queridos amigos, o que me resta é agradecer suas palavras de conforto e carinho e seguir, já decidi que não vou criar outro (infelizmente) se aparecer algum por acaso aqui cuidarei, adotarei, no mais vamos que vamos. muita luz na vida dele, para que cresça com saúde, é o que espero. obrigada!

4 comentários:

JV disse...

Déia, de vez em quando vou passando por aqui, você é daquelas pessoas que estão no coração.

Por agora as coisas estão estabilizadas, mas ainda há algumas batalhas difíceis pela frente. Um dia de cada vez.

Beijinho grande pra ti ;-)

JV

Ventania disse...

Oie! Voltei! =]
Que pena que seu Nino não voltou! Ele é muito filhotinho... mas o que tiver que ser, será. Fique triste, chore e bola prá frente, tá?! Agora, não esqueça que o bichano é que adota a gente e não o contrário. Assim, se outro peludo aparecer na sua vida, aceite de coração aberto. :)))
Só um detalhe, para segurança dele, CASTRE-O. Por mais absurdo que pareça, castrar é um ato de amor, pois o animal não fica a mercê dos instintos e dos homens. Você bem sabe, bichanos muitas vezes são alvos da maldade humana. Então é melhor eles não ficarem andando por aí.
Bjos, Desirée

Vinícius Aguiar disse...

Nossa... quase chorei com o seu amor pelo seu bichinho... espero que ele volte logo, afinal, com certeza estará bem melhor perto de vc!
beijos!

Nina Victor disse...

Ah que pena! Sou apaxonada por gatos e nem sei o que seria de mim se uma das minhas gatinhas sumisse...
Seu blog é bem bacana! Gostei.
Beijo! :)